domingo, 24 de novembro de 2019

Bolsonaro denuncia aparelhamento esquerdista em ministérios, desabafa sobre 'prisão' e rebate acusações da mídia



Em pronunciamento por ocasião do lançamento de seu novo partido, o Aliança pelo Brasil, o presidente Jair Bolsonaro aventou como estão sofrendo para desaparelhar ministérios que foram dominados por nomeações de esquerdistas.

"Como tiramos as pessoas da situação difícil em que se encontram? Antes do emprego, a educação. Temos aqui presente o nosso ministro da Educação. Está no horário de almoço, para deixar bem claro. É um dos ministérios mais aparelhados que pegamos", encetou ele.

"Sofremos muito, no começo do ano, quando anunciamos contingenciamentos. O ministro da Educação foi o que mais sofreu com isso. A garotada em sala de aula está sofrendo influências muito fortes de alguns professores militantes. Estamos terminando o ano e tudo foi descontingenciado. Não só na educação, como também nos demais ministérios. Nunca se viu isso antes no Brasil", declarou.

"A Folha de S. Paulo disse que estamos investindo menos. Estamos investindo menos, sim! Porque pegamos uma situação orçamentária complicada. Mas estamos fazendo mais com menos! Antes, tudo era loteado. O interesse era outro. Hoje em dia, analisamos o currículo das pessoas. De acordo com a viabilidade, empregamos as pessoas e buscamos manter o controle em toda a máquina do Estado. Não conseguimos desaparelhar o Estado de uma hora para outra", asseverou o chefe de Estado. Ele desabafou, ainda, sobre a situação que vive: "Eu vivo uma prisão domiciliar sem tornozeleira eletrônica. Minha vida complicou bastante".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...