quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Bolsonaro fala sobre 1964, rebate ataques da mídia e é intensamente aplaudido - Amazônia



Em pronunciamento por ocasião da abertura da Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus (FESPIM), o presidente Jair Bolsonaro pronunciou-se a respeito de 1964, de suas concepções quanto ao futuro do Brasil e voltou a rebater ataques da mídia.

"O índio quer produzir, quer plantar, quer os benefícios e as maravilhas da ciência, da economia. Na ONU, deixei bem claro o que era o Brasil. Dei graças a Deus quando fui criticado pela mídia do Brasil. Era sinal de que estava no caminho certo", asseverou.

"Quero imprensa livre e independente, mas uma imprensa voltada para a verdade", salientou o presidente.

"A Zona Franca de Manaus é um símbolo, uma garantia de que, enquanto ela existir, a Amazônia é do Brasil. Cada um de nós precisa fazer a sua parte. Eu costumo falar sobre a virtude da gratidão. Pobre daquele que acha que chegou ao lugar em que chegou devendo apenas a si próprio. Como se não devesse gratidão a ninguém. Aí está a fórmula do insucesso, do fracasso. Juntos, podemos fazer um Brasil melhor para todos", acrescentou ele.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...