quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Bolsonaro faz transmissão ao vivo sobre criação de novo partido, retruca mídia e aborda BRICS



Pouco após o encerramento da cúpula dos BRICS, o presidente Jair Bolsonaro fez sua costumeira live semanal, com a participação de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que relatou que o banco cortou os juros no cheque especial e no cartão de crédito.

Bolsonaro relatou os avanços do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, no propósito de diversificar os modais de transporte no País. Falando sobre o Parlamento, lamentou que a Câmara tenha vetado a Medida Provisória que desobrigava as empresas de publicar seus balancetes. O presidente comemorou, por outro lado, a aprovação do acordo de salvaguardas tecnológicas da Base de Alcântara, no Maranhão. Bolsonaro também lembrou que o Parlamento pode vir a derrubar a MP que extinguiu o DPVAT, expressando esperança de que não o faça.

O presidente disse que a renúncia de Evo Morales mostra a necessidade de criar mecanismos para auditar as eleições. Bolsonaro disse: “Não podemos ter essa suspeita de fraude, como houve lá na Bolívia” e enfatizou: “temos a obrigação de termos um sistema de votação confiável”.

Bolsonaro falou sobre o novo partido que pretende criar, dizendo que, no momento, a única certeza é que sairá do PSL nos próximos dias, e criticou a má-fé da imprensa ao criticá-lo por ter tido muitos partidos. O presidente também comentou outros eventos da semana, como a realização do ENEM, o lançamento do programa Verde e Amarelo, proposta de extinguir municípios com menos de 5 mil habitantes, entre outros.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...