quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Deputada Caroline de Toni combate e derruba manipulações na CPMI das Fake News - Com Allan dos Santos, Labre



Em pronunciamento na "CPMI das Fake News", também conhecida como "CPI da Censura", durante depoimento do jornalista Allan dos Santos, os deputados federais Caroline de Toni e Márcio Labre, do PSL - partido do presidente Jair Bolsonaro -, aventaram as contradições e incoerências originadas de ataques da esquerda ao Governo Bolsonaro.

"O professor Olavo de Carvalho sempre disse que, no momento em que aparecesse um candidato conservador e direita, ele seria vitorioso. Novamente, o professor Olavo tem razão. Todas as pesquisas atestam que o povo brasileiro é majoritariamente conservador. Mesmo assim, não temos um jornal, uma revista, uma TV, uma rádio abertamente conservadora. O povo brasileiro conseguiu romper esse monopólio através dessas redes sociais", asseverou Caroline de Toni.

"O cidadão consegue ouvir e ser ouvido. Quem não quer perder o monopólio da informação teme esse fenômeno", complementou a parlamentar.

"O que essa CPMI quer é calar a voz do povo. O mundo evoluiu e não é mais necessário fazer mega manifestações nas ruas. Qualquer pessoa pode se reunir digitalmente para discutir ideias, pensamentos e marcar reuniões. É um direito assegurado na Constituição. A grande celeuma é que houve uma quebra no monopólio da informação. A grande mídia não consegue impor esse monopólio, a mnutenção da dita verdade. Com isso, o estamento burocrático entrou em pânico", explicou ela.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...