sábado, 2 de novembro de 2019

General e Almirante dão aula para jornalistas que insinuam que Governo Bolsonaro foi displicente em óleo no Nordeste



Em coletiva de imprensa, o General Fernando Azevedo, ministro da Defesa do Governo Bolsonaro, e o Almirante Puntel explicaram para jornalistas os motivos pelos quais não é possível prever, com antecedência, o aporte de óleo da categoria que atingiu o litoral do Brasil.

"Os radares, os satélites não identificam as manchas. Mesmo visualmente, as aeronaves nossas tentam identificar. A Marinha tem uma disponibilidade de navios grande no Nordeste, é um esforço muito grande", asseverou o general Fernando Azevedo.

"Esse evento é totalmente diferente no mundo. O óleo não navega na superfície. Ele navega submerso. As correntes oceânicas vão levando esse óleo submerso. Não dá para detectar. Nenhum equipamento eletrônico consegue detectar esse óleo submerso. É muito difícil a visualização a olho humano. O que posso dizer é que, nesses últimos dias, vem decrescendo a quantidade de óleo", salientou o Almirante.

Assista ao vídeo e deixe o seu like se você apoia o Governo Bolsonaro.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...