terça-feira, 26 de novembro de 2019

Paulo Guedes aponta 'piratas privados', políticos do 'pântano' e fala de 'Marco Institucional para 100 anos'



Em pronunciamento a respeito do "Plano Mais Brasil", Paulo Guedes, ministro da Economia do Governo Bolsonaro, apontou como pretende reformular e reexaminar fundos que envolvem bilhões e podem ter sido criados com intenções "não republicanas".

"O nosso é um marco institucional para 100 anos. É um marco institucional de referência. O terceiro capítulo é a desvinculação dos fundos. Precisamos, essencialmente, melhorar a alocação de recursos públicos", asseverou.

"Esses fundos, nós já dissemos, juntam um pirata privado, uma criatura do pântano e um burocrata mal-intencionado aprovaram um fundo 30, 40 anos atrás. Um morreu, outro fugiu para Miami e o fundo está aí até hoje", descreveu.

"A nossa classe política tem a responsabilidade e a competência para reexaminar esses 280 fundos. Esses que podem ter sido criados por influências não-republicanas. Vamos reexaminar esses fundos. (...) Queremos descarimbar o dinheiro para descentralizar. Queremos ter, realmente, uma democracia participativa", complementou ele.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...