domingo, 15 de dezembro de 2019

General Mourão aponta necessidade urgente de mudanças e 'caos' no Estado - Reformas - Gov. Bolsonaro



Em pronunciamento proferido durante passagem por Santa Catarina, o vice-presidente da República, General Mourão, abordou a urgência das reformas administrativa e tributária. Ele expôs a necessidade de desburocratização, desregulamentação e simplificação para a ascensão das atividades empresariais.

"Nós temos mais de 100 carreiras. Aí o camarada da carreira 'X' não pode trabalhar naquele lugar em que eu preciso. Ele foi contratado como datilógrafo, mas não pode varrer o chão. É algo impensável para quem trabalha na carreira privada, mas é o que ocorre no meio público, no setor governamental. Precisamos passar pela reforma administrativa", asseverou.

"Privatização: temos, hoje, em torno de 148 empresas estatais que podem ser vendidas, fechadas ou transformadas em empresas de capital misto, capital aberto. É o processo que vem sendo trabalhado pelo ministro Paulo Guedes", complementou o general.

"Temos de buscar, também, uma desvinculação e uma desobrigação dentro do orçamento. De modo que o Congresso tenha a palavra final sobre onde será colocado o recurso. Hoje, ocorre o seguinte: 96% do orçamento está carimbado. O Congresso só pode manejar 4%. Precisa ter liberdade para colocar mais recursos na educação, na saúde, em outro ano na defesa. E vamos para a coluna da produtividade - por que é baixa? É o chamado custo-Brasil. Começa com a reforma tributária. Existem propostas no Senado, na Câmara e ideias do Governo. A visão é que se crie uma comissão mista e se analise esse pacote todo. Primeiro, reorganizar esse sistema caótico", frisou.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...