segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

General Mourão critica 'chicana' de Lula para evitar a cadeia e explica 'cenoura' para investidores



Em pronunciamento ocorrido em Santa Catarina, o vice-presidente da República, General Mourão, criticou "chicanas" de Lula e de membros da Justiça para evitar o cumprimento da lei e aventou como o Governo Bolsonaro pretende usar atrativos - como confiança e respeito - para atrair investidores.

"Produtividade: por que nossa produtividade é baixa? Por que só aumentamos 0,2% ao ano? O trabalho de um americano vale o de quatro brasileiros. Por que o nosso pessoal é ruim? Não, é o famoso 'custo Brasil'. Como vamos melhorar? O sistema tributário é caótico e caro. Custa R$70 bilhões por ano para as empresas e para o governo", salientou ele.

"Temos de reorganizar para diminuir o custo e reduzir a sonegação. Assim, vamos baixar para o que é aceitável para um país de nosso porte: em torno de 25% da carga tributária. Um dos gargalos é a questão da infraestrutura logística. O transporte é complicado, caro. Temos recursos? Não. Vamos fazer concessões. Temos de atrair o parceiro privado", asseverou o general.

"Temos de colocar uma cenourinha para ele. Para melhorar portos, aeroportos, rodovias. Não vai investir porque gostou dos nossos olhos. Concessões - atrair o parceiro com confiança, com respeito ao contrato. Além disso, temos que desregulamentar e desburocratizar", acrescentou. "Lei vale para todos. Isso é fundamental. Não pode haver 'Silva' mais igual que outros 'Silvas'. Vai cumprir a sua pena de acordo com o que diz a lei. Não ficar sapateando de um lado para outro e criando uma chicana", frisou Mourão.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...