sábado, 21 de dezembro de 2019

Ministro de Bolsonaro aponta como conseguiu terminar obras 'enroladas' há décadas e evitar filas de 50 quilômetros de caminhoneiros



Em pronunciamento por ocasião do balanço dos trabalhos realizados em 2019, Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura de Bolsonaro, apontou como boas práticas de gestão estão permitindo a finalização de obras paradas ou "enroladas" há décadas.

"As empresas estão começando a vir para o Brasil e devemos ter, em pouco tempo, se estabelecendo também em rotas domésticas, o que incrementará a competição. No início do ano, a gente falou que a atuação iria ter quatro pilares. O primeiro pilar seria a concessão de ativos para a iniciativa privada, o que é importante para trazer investimentos quando faltam recursos. Conseguimos fazer isso por meio de 27 leilões", relatou o ministro.

"Outro pilar seria a entrega de empreendimentos já em andamento. Conseguimos entregar mesmo com um orçamento comprimido. Destaco a BR163-Pará. Conseguimos pavimentar. Observem que conseguimos uma produção muito superior ao que foi conseguido anos atrás. Houve muito planejamento, produzindo material na chuva para boa performance no verão", explanou ele.

Neste contexto, ele assestou as consequências práticas da elevada produtividade: "Quando tivemos 50 quilômetros de fila de caminhoneiros parados, sem condições de trafegabilidade, nós prometemos que seria pavimentado. Nós fizemos, concluímos. Vamos continuar trabalhando".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...