terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Senador Álvaro Dias se pronuncia após manifestação por prisão em 2ª instância, denuncia desidratação do Pacote Anticrime e aventa planos



Em pronunciamento no Senado Federal, o senador Álvaro Dias relatou a desidratação do Pacote Anticrime de Sergio Moro na Câmara dos Deputados, assestou como parlamentares buscam a celeridade para a prisão após condenação em segunda instância e fez um balanço das manifestações ocorridas neste fim de semana.

"Saidão da vergonha. Corruptos, ladrões. Eles saíram às ruas, foram libertados, estão convivendo com os brasileiros que trabalham, com os brasileiros de bem, graças à decisão de seis Ministros do Supremo Tribunal Federal, e nós podemos restabelecer a verdade da prisão em segunda instância aprovando este projeto", asseverou.

"Considero necessário, inteligente, votar o projeto que altera o Código de Processo Penal. A solução é muito mais célere se houvesse vontade política: amanhã mesmo, votaríamos de manhã na Comissão de Justiça; na quarta-feira poderíamos votar aqui no Plenário do Senado Federal; e, imediatamente, remeter à Câmara dos Deputados, que poderia também votar em regime de urgência e liquidar esse assunto ainda antes do final deste ano", acrescentou o parlamentar.

"Mas a necessidade e vontade política... E, sinceramente, aqueles que comandam o Congresso Nacional não demonstram essa vontade política para atender essa aspiração do povo brasileiro, que muitos levaram, no dia de ontem, para as ruas de várias cidades deste País", desabafou ele.

Neste contexto, ele apresentou sua perspectiva a respeito do andamento do Pacote Anticrime: "Mas amanhã também se pretende votar o pacote anticrime, anticorrupção e antiviolência, que chegou da Câmara desidratado, como já se noticiou, e com a inclusão de alguns dispositivos que deverão merecer o veto do Presidente da República, segundo vontade do Ministro Sergio Moro. Cabe-nos aprovar rapidamente para oferecer o avanço, mesmo que aquém do desejado, e, depois, trabalharmos outros projetos para a complementação".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...