segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

Bolsonaro não vai mudar, diz General Heleno: ‘Foi isso que o levou ao poder, e é a chance que nós temos de mudar esse país’





Em uma entrevista que concedeu à TV Record, o ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, general Augusto Heleno, foi questionado se a segurança pessoal do presidente Jair Bolsonaro é mais sensível do que a de seus antecessores. 




O general Heleno afirmou que, obviamente, a segurança de Bolsonaro é mais difícil, porque o presidente rompeu com uma situação política e representa uma “virada” no País. O general Heleno disse: “Ele é hoje, ainda, um alvo altamente compensador. Ele muda o panorama do país política e economicamente”.

O ministro relatou que o presidente é impetuoso e tem o hábito de parar durante os deslocamentos para confraternizar com os cidadãos, o que, naturalmente, representa um aumento do risco. O general disse: O presidente é impetuoso. A gente prevê 15 minutos de deslocamento, passa para uma hora. Às vezes a gente vê um grupo de gente, alguém com camiseta de Bolsonaro, aí ele pára, vai pra galera, segura criança, abraça gente, dá autógrafo. Pra segurança é sempre risco. Mas é o tal negócio: quem está no fogo é para se queimar”. 

O general apontou que, embora haja o risco de uma surpresa, não é tão fácil surpreender a segurança do presidente, pois o GSI conta com um pessoal extremamente bem preparado. E afirmou que não pensa em pedir para o presidente mudar. O general Heleno disse: “É a personalidade dele. Ele não vai mudar. E também não quero que mude. Foi isso que o levou ao poder, e é a chance que nós temos de mudar esse país. É ter alguém com a confiança que ele tem nele mesmo, a impetuosidade dele para tratar dos assuntos. Abraçar as causas que ele está abraçando não é fácil. Ele começou do zero e venceu todos os obstáculos para chegar à presidência da República. Às vésperas da eleição, alguns canais de televisão anunciavam que ele ia perder até para o pipoqueiro da esquina. Se fosse para o segundo turno com o pipoqueiro, perdia. Isso é quase que uma canalhice, meio que proposital, e quebraram a cara, porque ele é o presidente do Brasil. E é um novo Brasil. É só verificarem os dados econômicos, os números da economia, verificarem a quantidade de projetos que já foram tirados da gaveta, a quantidade de desburocratização que está acontecendo, a quantidade de iniciativas que levaram 50 anos para serem adotadas. E ele tem essa coragem, essa coragem de botar a cara para apanhar, ele dá as mãos para bater. Então, ele é o homem certo no lugar certo”. 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...