quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Paulo Guedes se revolta contra corruptos e 'vagabundos' e detona 'proibição' de trabalho para jovens



Em pronunciamento durante evento da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Guedes, Ministro da Economia do Governo Bolsonaro, criticou severamente as políticas implementadas por governos anteriores no que concerne ao trabalho para jovens. No ensejo, ele aventou a revolução almejada por Bolsonaro para a criação de empregos. O discurso ocorreu em 2019.

"Para dar tempo de soltar a bola de ferro da perna direita. Simplifica os impostos, reduz as alíquotas. Aí, tira a bola de ferro da perna esquerda. Baixa mais os juros. Tira os encargos trabalhistas, entrando com a nova previdência, que vai gerar um choque de empregos para jovens, 10 milhões de empregos para jovens, um primeiro emprego", encetou ele.

"Eles, hoje, são proibidos de trabalhar pelos encargos abusivos. Eles não têm experiência de trabalho. Não têm, ainda, capacidade nenhuma de achar um emprego. Economia parada. Ele vai para a criminalidade, droga, vai para o caminho errado. Estamos condenando a juventude a ir para o caminho errado, estamos proibindo o jovem de trabalhar. Desde quando trabalhar faz mal para a saúde?", questionou o ministro.

"Se você deixar o primeiro emprego sem encargos, vamos criar dezenas de milhões de empregos muito rápido, milhões rapidamente, certamente. Sem encargos trabalhistas, vocês sabem...um trabalhador brasileiro custa dois. Para você criar um emprego, outro fica desempregado. A população economicamente ativa é de 100 milhões; metade, 50 milhões, não tem carteira assinada", relatou Guedes.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...