quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

AGORA: General Azevedo aponta localização de quarentena de brasileiros retornando da China - Gov. Bolsonaro





Os brasileiros que se encontram na China e solicitaram a repatriação ao País ficarão em quarentena na Base Aérea de Anápolis, em Goiás. O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, informou sobre a decisão de utilizar a Base Aérea e tranquilizou a população local.




Caiado disse: 

Falei hoje pela manhã com o General Fernando (Defesa) e com o presidente Jair Bolsonaro. A decisão está tomada por eles: Base Aérea de Anápolis terá posto de quarentena para brasileiros vindos da China. Nossa reunião com o Governo Federal será amanhã para discutir mais detalhes.
É lógico que ninguém gostaria de ter uma situação semelhante dessa, mas cabe a nós, brasileiros, termos o sentimento da solidariedade, do patriotismo. E com essa decisão do Governo Federal de usar a Base Aérea de Anápolis, quero tranquilizar a população.
É bom frisar que moradores de Anápolis não estarão em risco. Ninguém terá contato com essas pessoas em quarentena. A Base Aérea de Anápolis foi escolhida pela proximidade com o Hospital das Forças Armadas, em Brasília, responsável pelo tratamento, se alguém manifestar a doença.
Na China, só vai entrar no avião o brasileiro que não tiver sintomas, após análise da equipe médica. Vão aterrissar na Base Aérea de Anápolis, ficarão isolados, separadamente, sem contato entre eles e sem acesso à cidade. Se Deus quiser, vão atravessar a quarentena bem.
Não está sendo colocado em risco a vida de ninguém. Foi cumprida uma exigência de um País perante o seu povo, onde o Brasil não tinha direito de negar acolhimento aos seus cidadãos. Eu que sou médico, por exemplo, nunca neguei tratamento e acolhimento a um cidadão que precisasse.
É importante que seja frisado que transmissão do vírus não se dá pelo ar, se dá por gotículas, em contato direto com um paciente. Então a capacidade de progredir essa doença, desde que se tenha um sistema de quarentena eficaz, é zero.

Os ministros Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, e Fernando Azevedo, da Defesa, concederam entrevista coletiva explicando a decisão.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...