domingo, 2 de fevereiro de 2020

Paulo Guedes expõe fim do 'Toma Lá, Dá Cá', escancara como o governo petista destroçou a economia e aponta privatizações como solução para recuperação



Paulo Guedes, ministro da Economia do Governo Bolsonaro, aventou como o Estado Brasileiro se corrompeu e distorceu a economia devido às más práticas dos governos passados. Guedes salientou que a Secretaria de Privatizações, chefiada por Salim Mattar, dono da Localiza, é de substantiva importância para a estratégia de recuperação. O pronunciamento ocorreu em 2019.

"Não foi para o microcrédito que os bancos públicos se perderam. Eles se perderam nos grandes programas onde piratas privados, burocratas corruptos e criaturas do pântano político se associaram contra o povo brasileiro", encetou ele.

"O Estado gasta muito e gasta mal quando você examina os gastos. O Estado, que deveria ser eficiente, podendo gastar menos, chegou a gastar 45% do PIB. E, quando você examina a qualidade dos gastos, gasta um Plano Marshall por ano em transferência de renda para rentistas. Algo errado em si?", prosseguiu Guedes.

"O governo precisa se endividar, não controla seus gastos, dá aumento generalizado de salários, aposentadorias generosas para quem já tem estabilidade no emprego, transfere renda perversamente e fabrica desigualdades. O Brasil gasta 100 bilhões de dólares por ano, reconstrói uma Europa por ano. A dívida está aí e nós honramos contratos. Você tem que trabalhar no balanço patrimonial da União. Aí surge uma das secretarias especiais: privatizações, desinvestimentos, desmobilizações. O Salim Mattar, um empresário de extraordinária qualidade, vem contribuir para isso", frisou.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...