segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Sergio Moro responde sobre CPMI Fake News, censura e liberdade de expressão - Gov. Bolsonaro



Em entrevista ao deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, Sergio Moro, ministro da Justiça e da Segurança Pública, pronunciou-se a respeito da CPMI Fake News e dos riscos à liberdade de expressão.

"Sou um grande fã do Joaquim Nabuco. Ele escreveu um livro clássico sobre a história do segundo império brasileiro e é um exemplo de resiliência de parlamentar. Veja que o movimento abolicionista levou muito tempo para abolir a escravidão. Eles tiveram algumas vitórias parciais que, em parte, soaram como derrotas. A Lei do Ventre-Livre, a primeira Lei Áurea. Veja que não se pode desistir", encetou ele.

"A respeito do movimento anticorrupção brasileiro, é importante notar que podemos ter reveses, avanços, mas o importante é mirar a direção certa, não desistir diante de eventuais problemas pontuais nessa trajetória", asseverou.

"A questão do anonimato na CPMI Fake News...eu tenho uma opinião a respeito, mas vou me reservar o direito de não falar. Temos, hoje, uma rede social em que as pessoas se expressam muito. Às vezes, há exageros, mas há uma liberdade de expressão que tem que ser preservada. É um espaço de comunicação, de debate, uma forma de as pessoas se aproximarem. Eu não vejo isso como sendo um grande problema atual, há um certo exagero em relação a isso", ressaltou Moro.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...