segunda-feira, 23 de março de 2020

Bolsonaro questiona: ‘Não tem inteligência na imprensa para fazer uma pergunta à altura das vidas que estão em risco?’





O presidente Jair Bolsonaro falou com cidadãos na frente do palácio do Alvorada e respondeu a perguntas da velha imprensa. O presidente reagiu à primeira pergunta, sobre a popularidade do ministro da Saúde, Henrique Mandetta. Bolsonaro perguntou: “você está preocupado com popularidade minha e do Mandetta? Você acredita no Datafolha?”. E acrescentou: “o presidente da República e seus ministros estão trabalhando há semanas para minimizar os efeitos. As vidas das pessoas estão em primeiro lugar. Agora, um detalhe: a dose do remédio não pode ser excessiva de modo que o efeito colateral seja mais danoso do que o próprio vírus”.




Bolsonaro apontou que a imprensa é importantíssima para divulgar a verdade, mas considerou: “essa pergunta é impatriótica, vai na contramão do interesse do Brasil, e leva ao descrédito da imprensa brasileira. É uma pergunta infame, até”. 

O presidente acrescentou: “o que queremos é a solução para o caso. Não temos como evitar os efeitos da pandemia. Não tem vacina, e por enquanto ainda não tem tratamento. Não podemos levar o pânico à sociedade. O pânico também é uma doença, mais grave que o próprio vírus”. 

Bolsonaro apontou que os empregos estão sendo exterminados devido às medidas excessivas tomadas por governadores. O presidente lembrou que os trabalhadores na informalidade são duramente atingidos, e apontou que, em pânico, as pessoas entram em depressão e ficam mais suscetíveis a adoecerem. 

O presidente desabafou: “aí vem uma pergunta aqui - a popularidade do Mandetta é maior que a minha. Às favas! Será que não tem inteligência na imprensa brasileira para fazer uma pergunta à altura do Brasil, à altura das vidas que estão em risco?”.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...