sábado, 28 de março de 2020

URGENTE: Ministro de Bolsonaro, Mandetta faz pronunciamento emocionante, detona mídia e retruca arbitrariedades



Durante a coletiva do Ministério da Saúde que apresentou o balanço sobre os 30 dias, o ministro Henrique Mandetta afirmou que, embora tenham surgido inúmeros “especialistas em contas”, é necessário considerar que esta epidemia não é comparável a outras epidemias “famosas”, como a de H1N1.

Mandetta disse que quem fizer previsões com base nessas epidemias “vai errar feio”. O ministro apontou que, neste caso, a letalidade para o indivíduo não é o maior problema. Segundo o ministro, “esse vírus ataca o sistema de saúde e ataca o sistema da sociedade como um todo”.

O ministro apontou que a principal ferramenta do governo - o Sistema Único de Saúde - tem três “pernas”, da União, dos Estados e dos Municípios, e que essas pernas têm que andar na mesma direção. Mandetta afirmou que não mais aceitará que os entes não forneçam seus dados, lembrando que “A Saúde não é uma ilha”.

Mandetta apontou a importância de se levar a economia em consideração ao prever medidas. Ele afirmou: “A economia é, sim, muito importante para a saúde”, apontando que o Ministério da Saúde trabalhará com os estados e municípios para traçar diretrizes que sejam adaptáveis às necessidades de cada um, um dia após o outro.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...