quarta-feira, 27 de maio de 2020

Alexandre de Moraes ordena buscas e apreensões nas residências de 29 pessoas






A Polícia Federal informou que está cumprindo hoje 29 mandados de busca e apreensão, seguindo ordens do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, emitidas no inquérito nº 4.781, o chamado “inquérito de Toffoli”. O inquérito corre sob sigilo sob as ordens do ministro Alexandre de Moraes. Os mandados estão sendo cumpridos no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina. 


Um dos mandados inclui a ordem de apreender “computadores, tablets, celulares e outros dispositivos eletrônicos, bem como quaisquer outros materiais relacionados aos fatos aqui descritos”. O mandado, entretanto, não contém qualquer descrição de fatos. 

Ontem, no mesmo inquérito, o ministro determinou que a Polícia Federal tome, em no máximo cinco dias, o depoimento do ministro da Educação, Abraham Weintraub, para explicar as declarações que fez na reunião de ministros do dia 22 de abril, tornada pública pelo ministro Celso de Mello. Segundo o STF, decisão se baseia no laudo da Polícia Federal produzido no âmbito de outro Inquérito (INQ 4831), de relatoria do ministro Celso de Mello. 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...