sexta-feira, 29 de maio de 2020

Bolsonaro mostra lista de mentiras da mídia, defende cidadãos alvos de Alexandre de Moraes, do STF, e menciona Decreto de Trump



Em sua live semanal, o presidente Jair Bolsonaro recebeu o Secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Jr., e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. Seif relatou avanços nas propostas para a privatização de terminais pesqueiros, que estavam abandonados, e Guimarães falou sobre o pagamento do auxílio emergencial. Todos aproveitaram para desmentir notícias falsas publicadas pela velha imprensa.

Bolsonaro voltou a lembrar que, desde o início da pandemia, vem dizendo que o Brasil tem que lidar com dois problemas, o da saúde e o da economia. O presidente apontou as consequências econômicas das medidas restritivas excessivas de alguns governadores e prefeitos, e disse: “a gente espera que a economia volte a funcionar”.

Bolsonaro protestou contra a invasão de domicílios e apreensão de propriedades de cidadãos a mando do ministro Alexandre de Moraes, do STF, afirmando que há ações em andamento para lidar com o problema.  Bolsonaro reforçou que as pessoas são cidadãos comuns exercendo seu direito à liberdade de expressão. O presidente lembrou ainda que o inquérito é inconstitucional e não tem qualquer base legal. Ontem foi um dia triste para todo mundo, todos os que lutam pela liberdade de imprensa, que lutam por uma sociedade democrática.

O presidente mencionou o decreto assinado pelo presidente Donald Trump, dos Estados Unidos, que retirou proteções legais de grandes redes sociais que censuram conteúdos.  Ao comentar a narrativa de “fake news”, Bolsonaro mostrou uma série de mentiras publicadas pela velha imprensa sobre ele, além de agressões, acusações e ameaças feitas por militantes de extrema-esquerda, que nunca foram alvo de qualquer investigação ou censura.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...