segunda-feira, 1 de junho de 2020

Deputado de Bolsonaro 'desmonta' ministro Celso de Mello, do STF, e denuncia 'parcialidade'



Em pronunciamento ao vivo, o deputado federal Bibo Nunes criticou severamente o ministro Celso de Mello, do STF, após ataques infundados proferidos pelo magistrado contra o presidente Jair Bolsonaro. No ensejo, o parlamentar salientou que o Brasil terá uma semana de decisões importantes.

"Esta é uma semana que está prometendo. Vamos ter decisões importantes. Vamos ver o comportamento do STF. O Governo Bolsonaro sempre pregando a democracia e o cumprimento da lei. Ontem, o que fizeram em São Paulo foi um absurdo. Colocaram pessoas pagas, de preto, sem bandeira do Brasil, recrutados com pagamento, falando em democracia, atacando frontalmente o pessoal de Bolsonaro", asseverou.

"O pessoal de Bolsonaro com bandeira do Brasil, roupa verde e amarela. É outro nível. Empreendedores, pessoas que trabalham, que querem o melhor para o Brasil. Ontem, o que Celso de Mello fez foi um absurdo. Dizer que quem segue Bolsonaro é naz*. Ele não pode julgar nada do presidente Jair Bolsonaro, tem que se dar por impedido", salientou ele.

"Tem que ter o mínimo de transparência. A situação do STF é péssima. Não respeitam nem o Regimento Interno. Não respeitam a Constituição. Três partidos pedem busca e apreensão do celular do presidente. Em vez de arquivar, pois não tem fundamento, mandam para o Procurador-Geral da República. Bolsonaro já disse que ordem absurda não se cumpre!", acrescentou o parlamentar.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...