domingo, 7 de junho de 2020

General Heleno questiona velha imprensa após ataques: ‘será que vão continuar a defender que os atos são democráticos?’






O ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional, General Augusto Heleno, levantou um questionamento após as “manifestações” contra o presidente Jair Bolsonaro desandarem, como esperado, para atos contra patrimônio público e privado. Ao longo do dia, mesmo com a apreensão de um verdadeiro arsenal, houve ataques no Rio de Janeiro e em São Paulo, onde duas agências bancárias foram destruídas. O general Heleno perguntou: “Será que, após os acontecimentos de hoje, em SP, muitos jornalistas vão continuar a defender, sem fundamento, que os atos de vândalos, blackblocs, MST, skinheads, etc, são democráticos? A Polícia Militar de São Paulo teve comportamento exemplar. Quem essa parte da imprensa quer enganar? Quem quer favorecer?”.


Mais cedo, o general Heleno já havia “dado um pito” na velha imprensa. Heleno cumprimentou os soldados que garantiam a ordem na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, e respondeu à CNN: “POR FAVOR,CNN. NÃO FUI PARTICIPAR DE MANIFESTAÇÃO. As imagens mostram. Fui à Esplanada dos Ministérios agradecer aos integrantes das Forças de Segurança, pelo trabalho abnegado e competente que realizam, em prol de manifestações pacíficas. É atitude de camaradagem, comum entre nós, militares”.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...