segunda-feira, 13 de julho de 2020

Advogados pedem anulação de atos da CPMI Fake News e inquéritos de Moraes após prisão do ‘colaborador’ Luciano Ayan






Um grupo de advogados que atua na defesa da ativista Sara Winter e outros afetados pelos inquéritos conduzidos por Alexandre de Moraes divulgou uma nota pública após a prisão de Luciano Ayan na investigação de crimes de lavagem de dinheiro. Na nota, os advogados lembram que Ayan foi o principal fornecedor de subsídios (prints, recortes, gráficos, memes) à CPMI Fake News e, por consequência, aos Inquéritos 4781 e 4828 do STF. Os advogados pedirão a nulidade de todos os atos oriundos da CPMI e do “blogueiro” e membro do MBL. 


Leia a nota dos advogados:




Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...