quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Deputados reagem após declaração polêmica de Alexandre de Moraes, do STF, e mandam recado



A declaração de Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, que sugeriu que seria função daquela Corte afastar “a tirania da maioria que elege o Executivo e o Congresso” escandalizou a sociedade e levou vários parlamentares a reagirem. 

O senador Lasier Martins afirmou: “Alguns integrantes do STF estão indo longe demais. Abriram um inquérito ilegal para investigar supostas ameaças a membros da Corte, e desde então a escalada de impropérios não parou mais. O Senado pode dar um basta, mas um grande acordo de cavalheiros deixa tudo como está”.

A deputada Carla Zambelli afirmou, pelas redes sociais: “Sou uma parlamentar eleita sob os critérios da Legislação Pátria e creio que todo agente público deva ter consciência que está submetido à Constituição e ao Povo”. A postagem da deputada cita trecho da Constituição que diz: “todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”, assim como uma citação de Platão: “Muitos odeiam a tirania apenas para que possam exercer a sua”.  

A deputada Bia Kicis disse: “A que ponto chega a hipocrisia de quem finge agir em nome da defesa da democracia! Na matéria, o ministro diz que a maioria não pode perseguir direitos fundamentais das minorias, mas é ele quem está perseguindo e massacrando os direitos fundamentais da maioria”.

O deputado Carlos Jordy reproduziu a frase de Moraes: “Toda tirania deve ser afastada, inclusive a tirania da maioria que elege o Executivo e o Congresso”, e acrescentou: “Palavras de um indivíduo que não teve um voto sequer, mas que usurpa as competências dos demais poderes pois, na visão dele, o voto da maioria não importa. Alexandre dono da bola”. O deputado também disse: “Meu voto, seu voto... nada disso importa, o que importa é o que Alexandre de Moraes acha que é o melhor para o Brasil. Mudem a Constituição e coloquem ‘todo poder emana do Alexandre de Moraes’”.

O deputado Filipe Barros questionou: “Então, quem votou em Bolsonaro é TIRANO? É isso mesmo, Ministro?!”.

O deputado Cabo Junio Amaral ironizou, cunhando uma sátira de citação de “Xande”: “Eu quero e ponto final. Que se dane a maioria. Passo a chamar isso de tirania e resolvo isso fácil!”.

O deputado Paulo Ganime questionou: “Não seria isso uma ameaça à democracia?”

O deputado Daniel Silveira comunicou que apresentou notícia-crime à Procuradoria-Geral da República e afirmou: “A tirania não está em quem elegeu o presidente. A tirania está dentro do menor presídio do mundo. A sua toga, pois só cabe um bandido”.

O presidente do PTB, Roberto Jefferson, questionou: “Alexandre Moraes disse que ‘toda tirania deve ser afastada, inclusive a tirania da maioria que elege o Executivo e o Congresso’. E a tirania de 11 ministros que sequer são eleitos, mas escolhidos politicamente para um posto quase vitalício? Essa não deve ser “afastada”?”.


O deputado Otoni de Paula disse: 

“Alexandre de Moraes chama  DEMOCRACIA de TIRANIA. Ou seja, em um país democrático a vontade da maioria é exercida através do voto, dentro do que prevê a lei. Mas para o sr Moraes a vontade da maioria é tirania. Como assim? O que ele está propondo é escandaloso: que haja um poder controlador, com força o suficiente para sobrepujar o outro poder, que embora eleito, está sendo tirano, quando pela vontade máxima da expressão da democracia, o voto, desejar, conforme a constituição, que sua vontade prevaleça. Então o STF seria esse poder anti-tirania.

A escalada rumo ao autoritarismo judiciário NUNCA esteve tão explícita. Moraes declara que o STF é maior que o próprio estado democrático de direito. Que não basta a Constituição para nortear o país, o Brasil precisa de 11 juízes que digam o que é certo ou errado. Isso sim é fascismo.

Se os demais poderes se calarem não restará outro caminho que não seja nos submetemos ao modelo tirano ou nos levantarmos como povo brasileiro, contra essa tirania”..


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...