sexta-feira, 4 de setembro de 2020

Bolsonaro rebate sobre 5G, ONGs, serviços de inteligência e Amazônia: ‘São uns canalhas!’



Em transmissão ao vivo, o presidente Jair Bolsonaro retrucou “palpiteiros” a respeito do 5G, reiterou a necessidade de atuação dos serviços de inteligência e rebateu ataques internacionais no que concerne à proteção da Amazônia.

Bolsonaro salientou: “O Brasil tem que ter inteligência, tem que ter informações. O mundo todo faz isso. Por que o Brasil não pode fazer? Nós sabemos como agem estes grupos e temos de trabalhar neste sentido. O mundo todo, alguns países estavam preocupados só com a Amazônia, tem que se preocupar com o Brasil todo. Somos uma potência. Temos de ter um serviço de inteligência robusto para trabalhar neste meio. Temos agora o 5G pela frente. Deixar bem claro: quem vai decidir sobre o 5G sou eu”.

No ensejo, ele ridicularizou aqueles que atacam o Governo Bolsonaro de maneira leviana em razão das queimadas: “Nós estamos fazendo o possível para integrar a Amazônia, mas não é fácil. A Amazônia toda é maior que a Europa. Acham que é chegar lá com um regador e apagar o fogo. O Pantanal, por exemplo, é maior que quatro estados do Brasil. Dá para imaginar como é? Não é fácil, pancada o tempo todo em cima da gente”.

Ademais, o chefe de Estado criticou severamente a atuação de ONGs que privilegiam- sub-repticiamente, os interesses de outros países no Brasil: “Se tivermos de desenvolver a Amazônia com capital externo, será com o capital de países que prezam pela democracia e pela liberdade. Enquanto eu for presidente, quem vai decidir sou eu. Estão fazendo mais uma campanha agora como se eu fosse o responsável por tocar fogo na Amazônia. São uns canalhas. O pior é gente aqui de dentro endossando isso (...). As ONGs, em sua maior parte, não têm vez comigo”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...