quarta-feira, 9 de setembro de 2020

General Paulo Chagas faz crítica contundente a ministros do STF e detona Lula: ‘legitimam o sentimento de repulsa que lhes dedicam os brasileiros de bem’



Em carta aberta veiculada por meio de suas redes sociais, o general Paulo Chagas criticou severamente a conduta de ministros do STF e questionou as intenções por trás de decisões que obstam o combate à corrupção e, no seu entendimento, promovem a impunidade.

Segundo o oficial, “A Suprema Corte, em que pese a sua inquestionável importância e ao contrário do que deveria, tem sido, na realidade, a maior fonte de problemas para a estabilidade interna, para o saneamento moral, para a democracia e para a aplicação da Justiça no Brasil”.

Escute a íntegra do texto de Paulo Chagas:

“Senhores Ministros do STF!

Como cidadão brasileiro e no uso do meu legítimo direito à manifestação, ouso sugerir a Vossas Excelências que mandem fazer uma pesquisa para saber se o Povo, a quem deveriam servir, está satisfeito, tranquilo, em paz e se acredita e confia nos resultados do seu trabalho.

Os senhores e as senhoras Ministras já conhecem o resultado da pesquisa e, certamente, não terão necessidade de provar o óbvio!

As últimas esperanças de salvar o Brasil das garras da CORRUPÇÃO, depositadas pela lógica na sua mais alta corte de justiça, estão sendo destruídas a cada decisão colegiada ou monocrática dos senhores "Supremos".

Os ratos, Srs Ministros, são, há milhares de anos, hospedeiros do convívio social dos humanos e, assim como as bactérias, sua reprodução descontrolada pode ser causa de mortíferas epidemias.

A proliferação dos CORRUPTOS no Brasil não é diferente disso, pois contaminou quase todos os tecidos sociais e órgãos da administração pública, comprometendo as saúdes financeira e moral do País e, com elas, o progresso, a liberdade, a democracia e o futuro de todos os brasileiros.

A corrupção e os corruptos, assim como os ratos e as bactérias, devem ser atacados com todos os recursos legais disponíveis para a proteção da sociedade e para o saneamento da política, do governo e da gestão pública.

A Suprema Corte, em que pese a sua inquestionável importância e ao contrário do que deveria, tem sido, na realidade, a maior fonte de problemas para a estabilidade interna, para o saneamento moral, para a democracia e para a aplicação da Justiça no Brasil.

A revogação das punições impostas ao criminoso Lula da Silva nas três instâncias que antecedem a chegada ao STF é, sem dúvida, uma obsessão dos senhores que tem sido mal contida apenas pelo receio de uma reação óbvia do povo honesto desta Terra, saturado de ser roubado, enganado e ignorado!

Ao imporem decisões pessoais, ao arrepio da lógica e dos processos vigentes, os senhores, além de diminuírem a importância do tribunal, legitimam o sentimento de repulsa que lhes dedicam os brasileiros de bem.

Antes de darem rédeas às suas convicções pessoais, seria desejável que os senhores e as senhoras, no exercício das suas funções, prestassem um pouco mais de atenção às conseqüências das suas decisões.

Neste tema, combate à corrupção, em quase todas as vezes, o resultado final do que os senhores decidem, para a maioria dos brasileiros, não reflete outra virtude além da gratidão aos que os colocaram ou que contribuíram para que fossem colocados onde estão, sejam eles bandidos condenados, como Lula da Silva, ou ainda com contas a acertar com a Justiça, como o Sr. Renan Calheiros.

O desmonte ostensivo e descarado da Lava Jato no MPF e os ataques aos seus mais destacados protagonistas, bem demonstram os interesses mal escondidos por detrás desses absurdos, endossados pelos senhores Supremos Ministros!

Com todas as vênias, e como diria o jornalista Boris Casoy: ‘Isto é uma vergonha’!

Paulo Chagas, cidadão brasileiro, militar reformado”.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...