quinta-feira, 12 de novembro de 2020

Bolsonaro reage a manipulações em transmissão ao vivo e reitera que expropriação de terras é ‘proposta inaceitável’



O presidente Jair Bolsonaro recebeu, em sua live semanal, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, que relatou os trabalhos de seu ministério na proteção aos povos indígenas e quilombolas. A ministra relatou que, durante a pandemia, seu ministério garantiu a segurança alimentar para as populações e que está cuidando dos índios, diferente do que foi espalhado no exterior em campanhas de desinformação. 

Bolsonaro e Damares comentaram os rumores veiculados pela grande imprensa de que o governo pretenderia propor a expropriação de terras onde houvesse crimes ambientais. Ambos afirmaram que a proposta é inaceitável e não merece sequer ser discutida, tendo em vista que a propriedade privada é uma base da democracia. 

O presidente também relatou os avanços no controle do apagão no Amapá e garantiu que a Polícia Federal vai investigar as causas do incêndio no transformador. Bolsonaro falou sobre a importância de garantir o fornecimento de energia elétrica e explicou como seu governo vem tentando facilitar a implantação de Pequenas Centrais Hidrelétricas, apontando ainda o potencial de produção de alimentos das PCHs. 

Bolsonaro falou sobre as propostas para a compra de vacinas, afirmando que o governo pretende comprar vacinas testadas e comprovadas, e que não haverá imposição de qualquer vacina aos indivíduos. A ministra Damares apontou que impor uma vacina compulsoriamente representa uma violação de Direitos Humanos. 

A ministra também respondeu a críticas pelo avanço de agendas da esquerda, explicando que é obrigada, por lei, a cumprir emendas impositivas enviadas por parlamentares. Damares disse que o papel de seu ministério é proteger a todos. Damares relatou ainda avanços no tratamento de dependentes químicos. 

Bolsonaro anunciou ainda uma ação da Polícia Federal para fiscalizar a exportação de madeira ilegal. O presidente informou que, com base no DNA, a Polícia Federal poderá controlar as exportações de madeira e impedir o envio de madeira ilegal. O presidente disse: “esses países que nos criticam por desmatamento são, na verdade, receptadores”. 


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...