Páginas

domingo, 14 de julho de 2013

Empresa alemã Siemens denuncia cartel em licitações do metrô de SP


Metrô em São Paulo. Imagem: Jornal Mauá e Região
A empresa Siemens, multinacional alemã, denunciou a existência de um cartel - do qual a própria fazia parte - em licitações para a compra de equipamento ferroviário, além de construção e manutenção de linhas de trens e metrô em São Paulo e no Distrito Federal. A delação foi realizada às autoridades antitruste brasileiras.

Destacada na área de engenharia, a empresa já foi alvo de denúncias e condenações por condutas violadoras da livre concorrência em outras situações.

Conforme apurado por Catia Seabra, Juliana Sofia e Dimmi Amora, o esquema envolve empresas como a canadense Bombardier, a francesa Alstom, a japonesa Mitsui e a espanhola CAF.

Em leilão que deverá ocorrer no próximo mês, estas empresas são as principais candidatas para a realização de obras do "trem bala", que ligará São Paulo e Rio.

No início deste mês, o CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) realizou ações de busca e apreensão nas companhias delatadas. De acordo com denúncias, o cartel atuou em ao menos seis licitações.

Ao entregar o esquema, a Siemens assinou um acordo de leniência, mediante o qual será isentada caso haja condenações. Multas podem chegar a 20% do faturamento bruto no ano anterior à abertura de processo.

Lígia Ferreira.

Com informações de Folha de S.Paulo e Jornal Mauá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário