domingo, 17 de agosto de 2014

Líder do PT no Senado diz que Campos era o adversário 'mais perigoso' para Dilma


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), afirmou nesta sexta-feira (15) que Eduardo Campos seria um adversário "mais difícil" que Marina Silva em um eventual segundo turno contra a presidente Dilma Rousseff. Segundo Costa, Campos era adversário "mais perigoso".

"Foi perguntado se Marina era mais perigosa, eu diria que não, Eduardo era muito mais perigoso", disse, após visitar a família de Campos, no Recife. Antes de entrar na casa, ele também comentou sobre a nova disputa.

"Minha avaliação é que Eduardo Campos era um adversário mais perigoso, porque se chegasse ao segundo turno, essa possibilidade existia, sem dúvida, ele teria sido um adversário bem mais difícil do que qualquer outro, até porque ele teria condição de aglutinar apoios no campo da esquerda e do centro. Apesar de nós não estarmos agora preocupados com isso, mas qualquer outro nome que venha a surgir agora não vai ter a perspectiva de nos preocupar como o nome dele preocupava", disse o senador.


Segundo ele, a morte do candidato à Presidência pelo PSB "naturalmente" vai causar reflexos no cenário eleitoral, mas que o assunto só começará a ser discutido pelo PT na semana que vem.

"Eu não tive nem tempo nem interesse de fazer essa discussão agora. Nós só vamos nos debruçar sobre esse assunto na semana que vem, ai é quando nós vamos discutir os desdobramentos. Naturalmente, o PSB deve de imediato sentar para discutir e só depois disso vamos nos ater a esse debate."

O senador confirmou que a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva irão ao velório e enterro do ex-governador de Pernambuco.

Luna Markman e Mariana Oliveira
G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...