sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Ao lado de Collor, Dilma promete combate 'sem trégua' à corrupção


Imagem: Daniel Carvalho / Folhapress
Ao lado do governador eleito Renan Filho (PMDB), filho do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), e do senador reeleito Fernando Collor (PTB), a presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira (9) em Maceió (AL) que o governo dela "não varre corrupção para baixo do tapete".


Na capital alagoana, Dilma encerrou seu périplo de dois dias por cinco Estados nordestinos. Antes de chegar a Alagoas, ela passou nesta quinta por Bahia e Sergipe. Na quarta-feira (8), esteve no Piauí e na Paraíba.

Candidata à reeleição, Dilma cumprimentou Renan Filho, eleito no primeiro turno com 52% dos votos, e Collor, reeleito com 56% dos votos para o Senado. O senador e ex-presidente da República, no entanto, não foi convidado a discursar.

Veja vídeo e comentário de Kim Kataguiri, do Ficha Social:




Leia também: 

Dilma disse que seu governo tem como princípio o "combate sem dó à corrupção, doa a quem doer".

"O meu governo não varre a corrupção para baixo do tapete. E o combate a ela tem que ser sem tréguas", disse a presidente ao lado dos políticos cujas famílias já se envolveram em diferentes escândalos.

Desde o primeiro turno destas eleições, Dilma tem o apoio de Renan Filho e Collor.

Em Alagoas, Dilma conseguiu 703,6 mil votos (50%). Seus adversários, Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB), obtiveram, respectivamente, 356,6 mil (25%) e 311,5 mil (22%) dos votos alagoanos.

Esta é a primeira vez que Dilma visita Alagoas nestas eleições. Ela não gravou participações nos programas eleitorais de Renan Filho e Collor no primeiro turno.

Ao longo de meia hora de fala, Dilma voltou a criticar o governo do ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) e a ironizar uma recente declaração dele sobre os eleitores do PT.

"Tem gente aí dizendo que eu ganhei a eleição [no Nordeste] porque, onde eu ganhei, o povo é mal informado. Mal informado é quem não sabe que, nos últimos anos, o Nordeste virou uma potência", afirmou, apresentando números dos governos dela e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a região.

Na segunda-feira (6), FHC disse em entrevista ao UOL (empresa do Grupo Folha, que edita a Folha) que o PT cresceu no país com o voto dos menos informados. "O PT está fincado nos menos informados, que coincide de ser os mais pobres. Não é porque são pobres que apoiam o PT, é porque são menos informados", afirmou o ex-presidente tucano.

"Nós mudamos a regra do jogo. Colocamos os pobres no Orçamento", disse Dilma, citando a seguir programas sociais como Bolsa Família e Minha Casa Minha Vida.

Diante do governador eleito, Dilma se comprometeu a "fazer um esforço" para superar o déficit habitacional e a "dar ênfase total" ao turismo no Estado.

Aos prefeitos da região Dilma acenou com a defesa da reformulação do pacto federativo e lembrou ter distribuído a eles máquinas como caminhões e retroescavadeiras em seu governo.

Daniel Carvalho
Folha de S. Paulo
Editado por Folha Política
Leia mais notícias do poder e da sociedade em Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...