terça-feira, 10 de março de 2015

“Convoque do jeito que quiser”: Dilma diz que manifestações do dia 15 não vão dar em nada


Imagem: Reprodução
A presidenta Dilma disse ontem, aos jornalistas, durante um evento que sancionava a lei do feminicídio, que todas as manifestações pacíficas são democráticas, mas não acredita que as do próximo dia 15 tenham algum efeito real.

Os jornalistas perguntaram à presidenta sobre as vaias que ela recebeu durante o seu pronunciamento oficial, no domingo. Quanto à isso, disse ela: “Acredito que o Brasil tem uma característica que eu julgo muito importante e todos nós temos que valorizar que é o fato de que aqui as pessoas podem se manifestar, tem espaço para isso e tem direito a isso.”

Leia também: 

Ela disse que não acredita que seja possível sofrer um impeachment na atual situação, e que a oposição pode convocar as manifestações que quiser, mas que a próxima, no dia 15, não representa legitimidade.  “Eu acho que há que caracterizar razões para o impeachment e não o terceiro turno das eleições. O que não é possível no Brasil é a gente não aceitar a regra do jogo democrático. A eleição acabou, houve primeiro e segundo turno. Terceiro turno das eleições para qualquer cidadão brasileiro não pode ocorrer a não ser que se queira uma ruptura democrática… Quem convocar, convoque do jeito que quiser. Ninguém controla o jeito que convoca. Ela (manifestação) vai ter as características que tiver seus convocadores. Agora, ela em si não representa nem a legalidade e nem a legitimidade de pedidos que rompem com a democracia”

Veja também: 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...