sábado, 16 de maio de 2015

Lula defende investimentos do BNDES em Cuba e na Venezuela e se diz progressista


Imagem: Reprodução / Veja
Lula defende investimento do BNDES em obras em países vizinhos na América Latina. Na reunião da Unasul, União das Nações Sul-Americanas, em São Paulo, o ex-presidente brasileiro afirmou que os latinos tem discursos esquerdista e práticas conservadoras e que é preciso com o complexo vira-lara da classe política.


"No Brasil hoje a direita e os conservadores, que muitas vezes se apresentam ao mundo como pessoas avançadas, dizem que exportação de serviços para fazer o porto de Mariel, em Cuba, ou para fazer o metrô de Caracas (Venezuela), é que a gente está dando dinheiro para os outros em vez de investimento no Brasil", disse o ex-presidente. "É o atraso político, é o atraso contra o discurso da integração, é a submissão ao que tem de mais atrasado no mundo", classificou.

Leia também: 

Lula se considera um progressista, que teme o futuro do Brasil e da América Latina. "Nós tivemos um momento extraordinário de governos progressistas na América do Sul, mas você sabe que políticas tem ciclos e a gente pode daqui a pouco ter uma reversão e não ter mais um ciclo de governo progressista, mas um ciclo de governo conservador, e volta tudo outra vez a achar 'quem vai agradar mais os EUA', 'quem vai sorrir mais', 'quem vai visitar campo deles'", afirmou.

Ouça: 






No Congresso, a oposição tenta há anos abrir uma CPI para investigar repasses do BNDES e em abril o Senado aprovou o fim do sigilo fiscal das operações do banco estatal.


Veja também:


      

Jovem Pan
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...