Páginas

segunda-feira, 28 de março de 2016

Após ataques a Sergio Moro, centenas de alunos da UFPR fazem manifesto em defesa do juiz

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O governo e o PT desencadearam uma campanha para desacreditar a operação Lava Jato e atingir o juiz Sérgio Moro e a Polícia Federal. A atitude causou indignação na sociedade e em particular no meio jurídico. No Paraná, alunos e ex-alunos da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná fizeram um manifesto em defesa do juiz. 

Leia o manifesto:


MANIFESTO DOS ALUNOS E EX-ALUNOS DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ
Nós, alunos e ex-alunos da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná, por ocasião da recente e injusta campanha difamatória tendo como alvo a pessoa do Professor Doutor e Juiz Federal Sérgio Fernando Moro, sentimo-nos na obrigação de fazer os seguintes esclarecimentos:
1) A ilustre presença do Professor Doutor Sérgio Fernando Moro no corpo docente da nossa faculdade é motivo de orgulho e sua pessoa nos é fonte de inspiração, dada sua competência, simplicidade, compromisso inquestionável com seus alunos, retidão de caráter e, acima de tudo, respeito às opiniões divergentes em sala de aula.
2) Afirmamos que o evento ocorrido nas dependências do Prédio Histórico da UFPR, em 22 de março de 2016, não representa a totalidade da comunidade acadêmica da Faculdade de Direito.
3) Repudiamos a manipulação ideológica e/ou partidária da linguagem a que tem recorrido determinados grupos, na tentativa de desqualificar aqueles cujos atos ou opiniões não estão em sintonia com suas ideias e interesses. Termos pejorativos tais como “golpe” e “fascista” devem ser empregados com precisão e responsabilidade, não como coringas imputáveis a qualquer pessoa que nos desagrade. Da mesma forma, os conceitos de democracia e de Estado de Direito não devem ser distorcidos por conta de interesses igualmente partidários.
4) Lamentamos profundamente algumas das manifestações proferidas no evento de terça-feira. Em especial, referimo-nos aos gritos de ordem “Moro, fascista, tucano e golpista”, repetidamente entoados por manifestantes na escadaria da Faculdade.
5) Apoiamos na íntegra o “Manifesto em Defesa da Democracia, da Verdade e do Respeito às Instituições”, subscrito por diversos docentes da Faculdade de Direito da UFPR.
6) Afirmamos nossa mais completa confiança na lisura da conduta do Juiz Sérgio Moro e do Ministério Público Federal e apoiamos o prosseguimento das investigações até a sua conclusão.
7) Reiteramos nosso compromisso com as normas constitucionais em sua inteireza, inclusive com o processo constitucional do impeachment.
Curitiba, 25 de março de 2016.
Leia também: 
Miguel Reale Jr. diz que Brasil vive 'tirania da propina' e convoca juristas para protesto; veja vídeo

Veja o manifesto:



Leia também: 





Veja também: 





Luciana Camargo
Folha Política
Leia mais notícias do poder e da sociedade em Folha Política   

Nenhum comentário:

Postar um comentário