sexta-feira, 15 de abril de 2016

PP fecha questão a favor do impeachment de Dilma e punirá dissidentes


Imagem: José Cruz / ABr
No dia em que o plenário da Câmara começou a analisar se dá continuidade ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, a executiva nacional do PP decidiu fechar questão a favor do afastamento. Com a decisão, parlamentares que contrariarem orientação podem sofrer punição.


Na terça-feira (11), a bancada do PP na Câmara já havia decidido votar a favor da continuidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. A decisão foi anunciada pelo líder do partido na casa, Aguinaldo Ribeiro (PB), que já havia informado ser pessoalmente contra o afastamento da petista. Segundo ele, a orientação da liderança na votação em plenário será pela instauração do processo.

Leia também: 

O PP vinha demonstrando racha na bancada nas últimas semanas quanto ao processo de impeachment e a cúpula do partido negociava cargos com o governo em troca de apoio. O Planalto chegou a cogitar entregar o Ministério da Saúde à legenda, umas das pastas mais cobiçadas por causa do alto orçamento. No entanto, parcela dos deputados pressionava fortemente por um rompimento.

Atualmente, o partido conta com 47 parlamentares em exercício na Câmara e com 6 senadores.

Veja também: 









Lais Alegretti
G1
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...