segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Embaixador russo é morto por atirador em galeria de arte na Turquia


Imagem: Burhan Ozbilici / AP
O embaixador da Rússia na Turquia, Andrey Karlov, foi morto a tiros enquanto visitava uma galeria de arte em Ancara nesta segunda. Um vídeo mostra o atirador gritando palavras contra o envolvimento da Rússia na guerra da Síria.


Karlov iniciava o discurso quando o homem de terno abriu fogo diversas vezes.

O atirador foi “neutralizado” por agentes das forças especiais turcas, segundo a agência estatal turca Anadolu. Posteriormente, confirmou-se que o atirador foi morto. 

Leia também: 

Há informações, ainda não confirmadas sobre a identidade do atirador, que ele teria trabalhado para as forças de segurança turcas.

Maria Zakharova, porta-voz da chancelaria turca, confirmou que o embaixador foi morto. “Nós consideramos isso um ato terrorista”, disse Zakharova. “Os assassinos serão punidos.”

Imagens da Associated Press mostram o homem segurando a pistola e gesticulando no ar, enquanto outro homem, Karlov aparentemente, está no chão.

“Allah é maior, Allah é maior. Não esqueçam Aleppo, não esqueçam a Síria. Não esqueçam Aleppo, não esqueçam a Síria. Até que eles estejam a salvo, vocês não vão estar em segurança. Voltem, voltem, só a morte vai me tirar daqui. Todos aqueles que fazem parte dessa crueldade vão pagar. Um por um”, disse o atirador, aos gritos.

A Rússia de Vladimir Putin apóia a operação do regime de Bashar al-Assad que transformou a retirada dos rebeldes de Alepo em uma batalha sangrenta que gerou uma crise humanitária.

O repórter fotográfico Haşim Kılıç, que participava do evento, contou ao jornal Hurriyet que a exibição foi organizada pela Embaixada da Rússia da Turquia.


“Quando chegou o momento em que o embaixador discursaria, uma pessoa que nós pensávamos que seria um segurança, que estava de terno preto de pé atrás dele, repentinamente começou a atirar para o ar. E, então, atirou no embaixador”, disse o fotógrafo.

“O atirador disse algumas coisas sobre Aleppo. Então mandou as pessoas saírem. Quando elas saíam, ele atirou no embaixador mais algumas vezes. Acho que um dos tiros atingiu outra pessoa no pé. A segurança no Centro de Artes Modernas disse que ele entrou mostrando uma identificação de polícia. Havia cerca de 100 pessoas dentro e todos saíram”, disse ele.

Karlov, um diplomata de carreira nascido em Moscou, serviu na Embaixada da Rússia na Coreia do Norte antes de tornar-se o embaixador na Turquia, em 2013. O Centro de Arte Moderna de Ankara, onde ocorreu o assassinato, é um prédio municipal administrado pelo governo.

O porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, John Kirby, disse que o governo Obama está monitorando a situação. “Condenamos este ato de violência, independentemente de sua origem. Nossos pensamentos e orações estão com as vítimas e suas famílias”, disse Kirby em sua conta no Twitter.

A embaixadora americana nas Nações Unidas, Samantha Power, que tem sido crítica em relação ao envolvimento da Rússia na Síria, também expressou condolências pelo “selvagem ataque”.

Para esta terça (20), estava prevista uma reunião dos ministros de Negócios Estrangeiros russo, turco e iraniano. Não está claro se a reunião ainda ocorrerá depois desse episódio.

Veja também: 








 

Talal Ansari, Alp Ozcelik e David Mack
BuzzFeed News
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...