quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Cabral recebe a maior pena da Lava Jato na 7ª condenação


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O ex-governador Sérgio Cabral (MDB) foi condenado nesta terça-feira (11) pelo juiz Marcelo Bretas a 47 anos e quatro meses de prisão na ação penal em que é acusado de receber uma mesada da empreiteira Carioca Engenharia.

Essa é a maior pena já aplicada em processos decorrentes da Lava Jato, superando outra imposta ao próprio emedebista, de 45 e dois meses. Cabral já acumula 170 anos e oito meses de prisão após sete condenações. O ex-governador é alvo de, no total, 25 denúncias.

Leia também: 
Flávio e Eduardo Bolsonaro dão atualizações sobre estado de saúde do pai após atentado e atacam institutos de pesquisa; veja vídeo
Em pesquisa Ibope, Bolsonaro amplia liderança e chega a 26% das intenções de voto

De acordo com o MPF, o ex-governador recebeu em seu primeiro mandato R$ 200 mil por mês e no segundo, R$ 500 mil da empreiteira. As investigações apontam benefícios na obra da linha 4 do metrô, PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) das Favelas e Arco Metropolitano.

De acordo com a denúncia, Cabral recebeu R$ 39 milhões da Carioca Engenharia em troca da execução das obras no Estado.

Em interrogatório, o emedebista havia negado ter recebido propina. Disse que a Carioca contribuiu para o caixa dois de suas campanhas bem como de aliados. Ele reconhece, contudo, ter usado para fins pessoais o que chama de "sobras de campanha".

Cabral está preso desde novembro de 2016, acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

O advogado Rodrigo Roca, que defende Cabral, afirmou que irá recorrer da sentença.

"As sentenças da 7ª Vara Federal em face do ex-governador já não chocam apenas pelas condenações em série, mas por sua inusitada matemática e disparidade de critérios com relação a outras condenações em processos idênticos", afirmou Roca, em nota. ​

Veja também:





Italo Nogueira
Folha de S. Paulo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...