domingo, 2 de setembro de 2018

Pabllo Vittar rompe parceria após dono de marca declarar voto em Bolsonaro


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
Na última sexta (31), o catarinense Victor Vicenzza, dono da marca de sapatos com o mesmo nome, decidiu seguir o candidato Jair Messias Bolsonaro no Instagram. Além disso, curtiu um post do candidato à presidência da república. A movimentação foi o início de uma enxurrada de questionamentos sobre a postura da marca. O motivo: entre suas principais modelos figura a cantora drag queen Pabllo Vittar que usou itens da coleção de Vicenzza em trabalhos de divulgação recentes.

Leia também: 

Com a repercussão, Vicenzza lançou, neste sábado (1), um pronunciamento no qual declara total apoio ao candidato (veja o texto na íntegra no fim da reportagem). “Na minha opinião, não considero o Bolsonaro homofóbico. Por isso, não vejo conflito em ter a Pabllo Vittar como garota-propaganda”, disse em entrevista à VEJA SÃO PAULO. Ele conta que escolheu o candidato por “prezar pela honestidade”. Também disse que seus melhores amigos são gays.

Após a repercussão do caso, a artista anunciou por meio de pronunciamento nas redes sociais que não trabalharia mais com a marca de Vicenzza.

Veja a publicação de Pabllo Vittar:



Ele, por outro lado, se diz chateado com a situação. “Você não espera que as pessoas que você apoiou virem seus inimigos do nada. Estou abalado”, comentou. O empresário diz que tentou contato com a cantora por WhatsApp desde ontem, mas não obteve resposta. Também diz ter sido bloqueado por ela no Instagram. “O mais doloroso é que nunca cobrei um par de sapatos”, disse. As peças custam entre 250 e 500 reais. Ele conta que se conheceram após Pabllo ter comprado um de seus produtos. A partir dai, afirma ter enviado pares para a cantora.

Nos comentários, o empresário é acusado de apoiar a causa LGBTQ apenas para lucrar. “Somos apenas uma marca que oferece produtos para eles”, disse. A empresa costuma oferecer saltos em tamanhos grandes, justamente para atingir esse público. Nas peças publicitárias divulgadas na rede social da marca, há mensagens de empoderamento feminino e respeito à diversidade. Com a repercussão, ele diz que fará outros posts, dessa vez, a favor de seu candidato.

Segundo ele, outras famosas a exemplo de Cleo, Aretuza Lovi (que também rompeu relações com a etiqueta), Simaria e Ludmilla já usaram seus produtos.


Veja também:




Mariana Rosario
VejaSP
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...