segunda-feira, 29 de outubro de 2018

'Precisamos saber ganhar e perder', diz Márcio França ao reconhecer as vitórias de Doria e Bolsonaro


Imagem: Aloisio Mauricio / Estadão 
O candidato Márcio França (PSB) fez um discurso de conciliação ao assumir a derrota para João Doria (PSDB) na disputa pelo governo do Estado de São Paulo. Ele afirmou que é preciso respeitar os resultados e que o voto é que dá legitimidade para quem está no poder.

Leia também: 

"O governador é o Doria e o presidente, Bolsonaro. Vamos fazer um grande esforço para que eles façam grandes governos. Não podemos ter rancor ou torcer para dar errado. Temos que torcer para dar certo", disse França em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, antes mesmo de Doria ser oficialmente declarado vencedor nas urnas. "Não vamos desistir do Brasil e de São Paulo", afirmou.

França disse já ter ligado para Doria para desejar sucesso e comentou estar triste por não ter conseguido o resultado esperado.

"Entrei na disputa desconhecido e a passagem para o segundo turno me trouxe muita alegria. Precisamos saber ganhar e perder. A democracia é a coisa mais linda, eu saio com a cabeça erguida", completou.

França agradeceu o apoio de Paulo Skaf (MDB), derrotado no primeiro turno na disputa pelo governo de São Paulo; do Major Olímpio (PSL), eleito senador por São Paulo; e de Geraldo Alckmin (PSDB), que concorreu à presidência -- de quem foi vice no governo paulista.

Quanto ao resultado da eleição presidencial, França disse que o Brasil dos sonhos vai depender de uma pessoa que entenda as diferenças e que seja generosa nas adversidades.

França afirmou ainda que, agora, pretende descansar e curar a sua pneumonia.

Veja também: 






Daniela Meibak 
Valor
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...