quinta-feira, 11 de outubro de 2018

PT busca 'apoio velado' do Centrão para Haddad


Imagem: Denis Ferreira Netto / Estadão
Interlocutores do presidenciável Fernando Haddad (PT) procuraram partidos do Centrão para pedir apoio neste 2.° turno. A proposta não é de uma aliança nacional, mas para que lideranças desses partidos peçam votos para o petista nos seus redutos eleitorais, sem aparecer nacionalmente ao lado dele. Dessa forma, avaliam que Haddad seria poupado de ter de explicar ao eleitor o que faz ao lado da “velha política”. Em troca, o PT estaria aberto a negociar espaços num eventual governo. Para o PP, o partido quer oferecer as pastas de Agricultura e Cidades.

Leia também: 

A ideia de ajudar a campanha de Haddad sem aparecer partiu de um cacique do próprio Centrão. Numa conversa com interlocutores do candidato, avisou: “A melhor maneira que eu posso ajudar é não aparecer”.

Para atrair o apoio do DEM nos mesmos moldes, interlocutores de Haddad acenam com a presidência da Câmara para Rodrigo Maia. O presidente nacional da sigla, ACM Neto, vota em Jair Bolsonaro.

Petistas graúdos dizem que, para apoiar Haddad, o PDT, de Ciro Gomes, pediu a Casa Civil, o Ministério do Planejamento, o comando do BNB, um ministério para Carlos Lupi, além da presidência do Senado para Cid Gomes. Deve levar só dois cargos.

A campanha de Haddad nega que esteja negociando cargos.

Veja também:




Coluna do Estadão
O Estado de S. Paulo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...