domingo, 7 de outubro de 2018

Senado terá renovação histórica, com apenas oito reeleitos em 54 vagas, diz DIAP


Senadores que fizeram muito barulho não estarão mais
presentes no Senado em 2019
Imagem: Reprodução / Redes Sociais

O Senado Federal terá uma renovação histórica no próximo ano legislativo. Das 54 vagas que estavam em disputa nestas eleições, apenas 8 senadores conseguiram se reeleger. Nomes importantes, como Eunício Oliveira (MDB-CE), que ocupa a Presidência da Casa, e seu vice, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), não conseguiram a reeleição. Ficaram de fora também tradicionais caciques políticos como Jorge Viana (PT-AC), Cristóvão Buarque (DF), Magno Malta (ES), Edison Lobão (MDB-MA), Roberto Requião (MDB-PR), Romero Jucá (MDB-RR) e Lindbergh Farias (PT-RJ).


"Essa é uma renovação que não tem paralelo no Senado", diz o analista político do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), Antônio Augusto Queiroz. De acordo com ele, esse será também um Senado extremamente inexperiente, com senadores de pouca tradição no mundo político. "Teremos muitas celebridades, policiais linha dura", diz ele.

Conseguiram se reeleger senadores como Renan Calheiros (MDB-AL), Ciro Nogueira (PP-PI) e Paulo Paim (PT-RS).

Leia também: 
Urnas em São Paulo contrariam todas as pesquisas e Doria e França vão ao segundo turno

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...