quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Presidente da CUT volta atrás, reconhece que Bolsonaro foi eleito democraticamente e quer negociar


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O presidente da Central Única dos Trabalhadores, Vagner Freitas, concedeu uma entrevista ao jornal El País, em que muda radicalmente de posição, reconhece a vitória de Jair Bolsonaro, e afirma que pretende negociar com o presidente eleito. Na entrevista, Freitas diz: "a CUT vai procurar o Governo para negociar os interesses dos trabalhadores. (...) O senhor Jair Bolsonaro, com todas as críticas que eu possa fazer, foi eleito presidente da República. E portanto nós vamos tratá-lo assim, como quem foi eleito, e vamos levar a nossa pauta de reivindicação dos trabalhadores para ser negociada". 


Ouça: 


É uma mudança radical em relação ao discurso que divulgou há cerca de um mês, quando dizia que a CUT não reconhecia a eleição de Bolsonaro. Na época, mesmo após o resultado das urnas, Freitas dizia: “Fique muito claro que nós não reconhecemos o senhor Bolsonaro como presidente da República. Vamos às ruas defender os direitos dos trabalhadores e a democracia, vamos libertar Lula, fazer caravanas pelo Brasil inteiro e colocar os fascistas no lugar deles”. Questionado sobre a contradição, Freitas disse: "O vídeo que gravei em Curitiba foi um momento infeliz. Eu fiz uma fala e eu não penso isso."

Leia também:

Veja também: 








Correio do Poder 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...