sábado, 26 de janeiro de 2019

Moro desmente Jean Wyllys: ‘não corresponde à realidade’


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O Ministério da Justiça e Segurança Pública, chefiado pelo ministro Sérgio Moro, divulgou uma nota pública em resposta às declarações do deputado Jean Wyllys, que afirmou que “ o Estado brasileiro se calou” frente às ameaças que recebeu. Wyllys disse também: “da polícia federal brasileira, para os inúmeros protocolos de denúncias que fiz, recebi o silêncio”. Na nota, o Ministério da Justiça esclarece que há diversos inquéritos em andamento e já houve uma prisão decorrente das investigações. A nota conclui: “lamenta-se a decisão do deputado de deixar o país, mas não corresponde à realidade a afirmação de que há omissão das autoridades constituídas”.

Ouça: 


Leia a íntegra da nota: 

Ao longo de 2017 e 2018, foram instaurados diversos inquéritos pela Polícia Federal para apurar ofensas e ameaças contra o deputado federal Jean Wyllys. As investigações estão em andamento, mas já foi possível identificar um dos autores, Marcelo Valle Silveira Mello, preso em 2018, membro do grupo autointitulado “Homens Sanctos”, e que se servia da identidade de Emerson Setim para fazer ameaças ao deputado.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública repudia a conduta dos que se servem do anonimato da internet para covardemente ameaçar qualquer pessoa e em especial por preconceitos odiosos.

Lamenta-se a decisão do deputado de deixar o país, mas não corresponde à realidade a afirmação de que há omissão das autoridades constituídas.

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...