sexta-feira, 19 de abril de 2019

‘A estabilidade de um país não pode ser confiada a homens públicos tão inconsequentes’, diz procurador


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
Após o ministro Alexandre de Moraes revogar a própria decisão e levantar a censura que tinha sido imposta a sites famosos, o procurador Diogo Ringenberg apontou que isso não é suficiente para restaurar a normalidade democrática. Ringenberg disse: “Paira no ar que o fim da censura imposta pelo STF trouxe de volta a normalidade. Toda a confusão criada por Toffoli e Moraes não pode servir de cortina de fumaça a desviar a atenção do fato principal: o presidente do STF pode estar na planilha da corrupção da Odebrecht”.  O procurador também acrescentou: “Um primeiro passo foi dado, mas a atitude irresponsável, mal dimensionada e, talvez, mal intencionada precisa ser submetida ao escrutínio do Senado Federal. A estabilidade de um país não pode ser confiada a homens públicos tão inconsequentes”.


Ouça: 


Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...