segunda-feira, 29 de abril de 2019

Deputado Bertaiolli escancara como PT enviou bilhões para ditaduras via BNDES frente a frente com ex-presidente



O deputado Marco Bertaiolli aventou, frente a frente com Luciano Coutinho, como o BNDES enviou bilhões para regimes ditatoriais enquanto microempresários brasileiros e obras de infraestrutura no território nacional careciam de recursos ou pagavam juros mais elevados. Ele ressaltou, ademais, que a geração de empregos seria muito maior caso este capital fosse disponibilizado para os pequenos empresários.

Luciano Coutinho, que dirigiu o BNDES de 2007 a 2016 - durante os governos de Lula e Dilma - foi convidado a pedido da vice-presidente do colegiado, deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF), para comparecimento à CPI do BNDES nesta semana.

O objetivo da CPI é investigar contratos firmados pelo banco de fomento entre 2003 e 2015, com ênfase nos acordos internacionais. São projetos em países como Gana, Guiné Equatorial, Venezuela, República Dominicana e Cuba. Empreiteiras brasileiras obtiveram financiamento para obras no exterior. A justificativa para o investimento seriam contrapartidas que colaborassem para o desenvolvimento econômico e social do país. Entretanto, as mais diversas denúncias apontam prejuízos bilionários, calotes e falta de embasamento para o envio de dinheiro público para outros países - muitos deles sob regimes ditatoriais - enquanto áreas essenciais do Brasil carecem de recursos.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...