quinta-feira, 25 de abril de 2019

URGENTE: Senador Lasier aponta cumplicidade de senadores que se omitem diante do STF e expõe graves denúncias



Em pronunciamento no Senado Federal, o parlamentar Lasier Martins assestou a cumplicidade de senadores que se omitem diante de arbitrariedades do STF e salientou graves denúncias que pesam sobre membros da Suprema Corte.


No ensejo, o senador louvou o ressurgimento e a intensificação da cidadania e da proatividade dos brasileiros por meio das redes sociais: "Hoje, os cidadãos brasileiros não se manifestam apenas através do voto. Não é mais assim. Nós vivemos a revolução da internet, das redes, dos smartphones, por onde os cidadãos brasileiros falam, protestam, exigem ética na política e ação positiva dos Poderes; entre elas, querem também, os cidadãos brasileiros, celeridade e efetividade do Supremo Tribunal Federal, que é lento, que não julga poderosos e nem políticos corruptos investigados pela Polícia Federal. Tem também o Supremo se perdido nos últimos tempos na inobservância do princípio da razoabilidade do tempo para processar e julgar. Protela... Uma protelação sem fim. Não se toca nos corruptos lá no Supremo. Essa omissão processual tem revoltado os brasileiros de bem, quando não revoltado a reiterada e suspeita generosidade de um ou outro Ministro, que tem dado liberdade a delinquentes do dinheiro público. A revolução da internet deu voz e arma verbal aos brasileiros, que, antes, se viam obrigados a silenciar diante de desmandos e mazelas dos Poderes Públicos".

"O Senado não pode fugir à sua responsabilidade de decidir sobre o cabimento da CPI da Toga, nem sobre os vários pedidos de impeachment engavetados ou sobre a mesa do Presidente da Casa. Temos obrigações, Srs. Senadores, que nos passaram os eleitores, dos quais somos representantes. Jamais podemos esquecer o parágrafo único do art. 1º da Constituição Federal – aspas: 'Todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos' – fecha. Não temos, portanto, o direito de nos omitirmos sobre este fundamental mandamento constitucional", concluiu o parlamentar.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...