quinta-feira, 2 de maio de 2019

General Rêgo Barros se recusa a responder perguntas inconvenientes que pedem informações confidenciais sobre a Venezuela



Durante coletiva de imprensa concernente à situação da Venezuela, o General Otávio Rêgo Barros, porta-voz do presidente Jair Bolsonaro, precisou ser repetitivo na negação de respostas que "vazariam" informações confidenciais sobre a relação de Bolsonaro com Juan Guaidó, presidente interino. Após a primeira negação a uma pergunta inconveniente, outras de mesmo teor se repetiram ao longo da entrevista.

O presidente Jair Bolsonaro concedeu uma entrevista sobre a situação da Venezuela e o papel do Brasil na resolução do conflito. "Está muito mais interno. Se as Forças Armadas realmente penderem para o lado do Guaidó, está resolvido o problema", declarou Bolsonaro. Sobre o grau de apoio dos militares venezuelanos a Juan Guaidó, Bolsonaro assinalou que nem mesmo o General Augusto Heleno tem estas informações.

O General Rêgo Barros, por sua vez, expôs as visões do presidente Bolsonaro, a declaração do Grupo de Lima e respondeu perguntas sobre a posição do governo brasileiro em relação ao ditador Nicolás Maduro. Assista ao vídeo.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...