sábado, 22 de junho de 2019

'Estapafúrdio! Fantasia de criminoso!': Senador petista usa Gilmar Mendes e lavador de dinheiro Tacla Durán para depreciar Moro e é rebatido



Por ocasião da participação de Sergio Moro, ministro da Justiça do Governo Bolsonaro, em sessão da CCJ do Senado Federal, o senador petista Jean Paul Prates utilizou-se de falas do ministro Gilmar Mendes, do STF, e de Tacla Durán, criminoso foragido, para questionar e, aparentemente, depreciar o trabalho da Operação Lava Jato. 

O ministro Sergio Moro retrucou enfatizando quem é Tacla Durán. 

"Não, não tinha privilégio nenhum, pelo contrário, nós atendíamos a todos de maneira igual, que pedissem lá audiências... Foi aqui mencionado especificamente até um depoimento de um advogado que esteve lá. O Ministério Público não concordava que ele recebesse qualquer espécie de benefício, o cliente dele, e eu acabei reconhecendo benefícios durante a sentença", asseverou Moro.

No ensejo, ele complementou: "Enfim, isso faz parte do relacionamento normal. Em relação a esse indivíduo que o senhor mencionou, o tal do Tacla Duran, essa é uma história requentada, isso aí saiu lá em 2017, e tal, é uma história totalmente estapafúrdia, essa pessoa é um lavador profissional de dinheiro que está foragido do País, saiu do país para escapar do processo, basicamente isso, não tem nada em relação a essa pessoa salvo fantasias de um criminoso querendo atacar o juiz e os investigadores".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...