segunda-feira, 24 de junho de 2019

Jornalistas quebram protocolo, desobedecem regras e Bolsonaro quase encerra coletiva de imprensa



O presidente Jair Bolsonaro anunciou que o campeonato de Fórmula 1 deve ser realmente transferido para o Rio de Janeiro. Ao lado do CEO da Fórmula 1, Chase Charey, e do governador do Rio, Wilson Witzel. Bolsonaro explicou que o contrato com São Paulo vence no ano que vem e a decisão foi de levar a Fórmula 1 de volta ao Rio de Janeiro, desistindo da possibilidade de simplesmente retirar o campeonato do Brasil. 

Chase Charey agradeceu pela hospitalidade e pelo empenho das autoridades nas negociações. Segundo o CEO, a Fórmula 1 tem interesse em continuar no Brasil a partir de 2021. O País faz parte da história do esporte, e o que se busca é a melhor oportunidade para gerar a melhor experiência, disse Charey. 

O presidente respondeu a perguntas de jornalistas, reforçando que a instalação da Fórmula 1 no Rio não envolverá recursos públicos e não haverá obras destinadas unicamente a esse evento. 

Bolsonaro também respondeu a perguntas sobre outros temas. O presidente disse que pretende vetar as mudanças criadas pela Câmara na nomeação de presidentes de agências reguladoras. Sobre a reforma da Previdência, Bolsonaro disse que é possível que seja votada antes do recesso e afirmou: “quanto mais rápido, melhor”.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...