terça-feira, 25 de junho de 2019

Senador Esperidião afirma que agência profissional foi responsável por ataque contra Sergio Moro e alerta para guerra cibernética



Por ocasião da participação de Sergio Moro, ministro da Justiça do Governo Bolsonaro, em sessão da CCJ do Senado Federal, o senador Esperidião Amin asseverou que uma agência por responsável pelo ataque hacker contra o ministro Sergio Moro. No ensejo, ele realçou que o planeta vive uma guerra cibernética e o Brasil está incluído neste conflito.

"Isso foi uma agência, uma empresa contratada com um objetivo. Tanto é que ela só grampeou um lado. Ou não foi? Ou ela grampeou universalmente os pesquisados pela Lava Jato, e os pesquisadores também? Não, só um lado. Só um lado. Todo esse escândalo, que eu acho que vai nos atualizar, vai nos fazer bem. Pode prejudicar alguns momentos nossos, mas vai nos fazer bem, vai nos amadurecer. Ele tem que ser pesquisado. Têm que ser rastreadas as agências. Isso foram empresas", atestou.

No ensejo, ele realçou o contexto de guerra cibernética e sua interferência no Brasil: "O Intercept não recebeu de garotos nerds, hackers, no sentido romântico da palavra, essas informações, e tudo isso tem que ser transformado em um conjunto de informações para ser autenticado, legitimado, conferido se não tem manipulação, porque é possível manipular de mensagens. Nós vamos amadurecer e eu espero que isso aconteça na esteira do amadurecimento institucional do Brasil em matéria de guerra cibernética, sobre a qual falarei se houver oportunidade na tréplica. Nós não podemos imaginar que todos os que agem com tecnologia de informação e inteligência artificial sejam bem intencionados".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...