sexta-feira, 21 de junho de 2019

Senador Renan Calheiros tenta se destacar frente a frente com Sergio Moro, se enrola, quebra regras e recebe aula



O senador Renan Calheiros não logrou êxito ao tentar se destacar durante presença de Sergio Moro, ministro da Justiça do Governo Bolsonaro, na CCJ do Senado Federal. Além de se confundir durante os questionamentos, Calheiros violou as regras de tempo, interrompeu Sergio Moro reiteradas vezes durante sua resposta e acabou por ouvir uma aula do ministro.


"Então, as pessoas embarcaram nesse sensacionalismo relativamente ao conteúdo daquelas supostas mensagens. Verificado isso com mais calma, com mais cautela, a conclusão... Até menciono aqui um estudioso lá, já o mencionei, que tem um site específico sobre anticorrupção, The Global Anticorruption Blog, Matthew Stephenson. Ele escreveu um primeiro artigo criticando severamente aquelas mensagens. Uma semana depois, 17, depois de uma reflexão maior, ele escreveu 'O incrível escândalo que encolheu? Reflexões adicionais sobre os vazamentos da Lava Jato'.", esclareceu Moro.

No ensejo, ele complementou: "Nós lemos, nesse final de semana, no Correio Braziliense, o ex-Ministro Presidente do Supremo Federal Luiz Carlos Velloso, literalmente aqui indagado sobre a impropriedade dessas comunicações – e veja: supostas comunicações –, diz assim: O que li a respeito na imprensa é que o juiz Sérgio Moro teria conversado com o procurador a respeito de algo relativo à denominada operação Lava-Jato. Na conversa noticiada, não vi nenhum diálogo relativo a um caso que envolvesse combinação de procurador e juiz a respeito de provas a serem produzidas para alcançar um determinado fim. Haveria um momento em que o procurador diz que repetirá pedido que fora indeferido pelo juiz ou tribunal, e o juiz Moro acrescenta que isso somente seria possível com a existência de novos fatos, ou fatos graves. E parece que o novo pedido foi indeferido".

Sergio Moro abordou, ainda, sua relação com o ministro Fux, do STF: "A questão do Ministro Fux, concordo com a posição dele. Já manifestei pessoalmente meu apreço pessoal pelo Ministro Fux, eu acho que é um grande ministro, assim como vários outros grandes ministros do Supremo Tribunal Federal. O Supremo Tribunal Federal é uma instituição que tem que ser valorizada, é uma instituição central dentro do nosso sistema republicano, está aí desde 1891, isso mesmo nós considerando, vamos dizer, o predecessor do tribunal, o predecessor do Supremo Tribunal Federal. Então assim... Sim, o juízes têm que ser imparciais e eu fui imparcial durante a Operação Lava Jato".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...