quinta-feira, 27 de junho de 2019

Senadora do partido de Bolsonaro e Álvaro Dias denunciam golpe na Câmara contra a Lava Jato



A senadora Soraya Thronicke, do PSL - partido do presidente Jair Bolsonaro, em conjunto com o senador Álvaro Dias, denunciou o golpe perpetrado contra a Operação Lava Jato por meio de uma votação "na calada da noite" na Câmara dos Deputados. "Enquanto o Brasil chorava a morte do time Chapecoense", salientou.

"Certamente as Dez Medidas de Combate à Corrupção, que nasceram da vontade popular, não chegaram até o Senado. Elas ficaram nos escaninhos da Câmara dos Deputados, porque lá, numa madrugada trágica, o projeto foi mutilado, foi adulterado, foi estraçalhado e chegou ao Senado Federal como o verdadeiro Frankstein da legislação brasileira. Morreu. Ficou no túmulo do esquecimento até agora. E agora ressuscita sob os auspícios daqueles que querem, certamente, de boa ou de má-fé, limitar a ação dos investigadores e dos julgadores no momento em que a Operação Lava Jato é alvejada por violentas agressões com o objetivo de comprometer o seu êxito, o seu desdobramento e os seus resultados", asseverou Álvaro Dias.

No ensejo, ele complementou: "No momento em que agentes públicos que se envolvem na investigação e julgamento de uma organização criminosa que assaltou o Brasil, quando esses agentes são agredidos, são violentamente ofendidos, na esperança de desqualificá-los para que a impunidade vença a Justiça e marginais que foram presos possam ser libertados, nós não podemos votar um projeto dessa natureza que ainda sequer tem um texto consolidado, porque emendas foram apresentadas até o último momento, emendas orais, emendas escritas, que foram acolhidas ou rejeitadas, e essa foi a razão, inclusive, de retirarmos o pedido de destaque, porque fica complexo apresentar destaque para um texto que não está consolidado e que sequer conhecemos, pelo menos, em profundidade, não o conhecemos".
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...